AS ABORDAGENS DA MINERALOGIA SOBRE O QUARTZO: ANOTAÇÕES DE UM DISCENTE

  • Michel Gomes de Freitas Licenciado em Química pela UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis / GO
  • Vandervilson Alves Carneiro Docente do Curso de Licenciatura em Química, UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus de Henrique Santillo, Anápolis / GO

Resumo

Resumo: A Mineralogia é um ramo geológico que se dedica ao estudo de minerais em vários aspectos: sua estrutura química e molecular, as propriedades físicas e também ópticas, a sua gênese, o seu metamorfismo e a sua meteorização. Dentre esses minerais, está o quartzo que é bastante comum e está presente nas rochas sedimentares, ígneas e metamórficas. O quartzo tem uma estrutura cristalina composta por tetraedros de dióxido de silício. As reservas mundiais de grandes cristais naturais (quartzos) ocorrem quase exclusivamente no Brasil e, em quantidades menores, em outros países. O Brasil é o único produtor de blocos de quartzo natural com propriedades piezoeléctricas, especialmente nos estados de Goiás, Minas Gerais e Bahia. O objetivo principal foi o de analisar o perfil e as propriedades físicas do quartzo conforme os manuais de Mineralogia para auxiliar a disciplina de Fundamentos de Mineralogia no Curso de Licenciatura em Química. Os procedimentos metodológicos foram: pesquisa bibliográfica, visita técnica à SEGEP (UEG-CCET), seleção e manuseio das amostras de quartzo, registro fotográfico, análise e descrição das amostras de quartzo conforme os manuais de Mineralogia. Esse conhecimento e essa análise elencados tanto do perfil como das propriedades físicas do quartzo alicerçam os estudos de Mineralogia e Geologia e que permitem a utilização dos dados em aulas no Curso de Licenciatura em Química, da Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis (GO).

Palavras-chave: Minerais, Escala de Mohs, Extração, Processamento, SiO2.

Referências

não
Publicado
2020-08-06
Seção
Artigos