UMA ABORDAGEM ESPACIAL DAS REGIÕES DE PLANEJAMENTO E GESTÃO DAS ÁGUAS DA BAHIA – BRASIL

  • Gabriela Nunes Rebouças Leal Centro de Formação em Ciências Ambientais – UFSB – Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro (BA)
  • Elfany Reis do Nascimento Lopes Centro de Formação em Ciências Ambientais – UFSB – Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro (BA)

Resumo

O Brasil é o país com a maior disponibilidade hídrica do mundo, porém a distribuição não é igualitária. Com a possibilidade de escassez desse recurso tornam-se necessários mecanismos para obter a melhor gestão dos recursos hídricos. Nesse contexto, a Bahia, sendo o maior estado do Nordeste e com menor volume hídrico disponível possui o desafio de administrar esse recurso de forma efetiva. O estudo objetivou discutir a gestão hídrica em uma perspectiva integrada e espacial, buscando evidenciar o histórico de gestão das águas e os mecanismos de operacionalização das regiões de planejamento hídrico do Estado da Bahia. Foi construído um banco dados geográficos do sistema hídrico de planejamento e
gestão estadual das águas utilizando o software QGIS 2.18 e realizado um levamento sistemático acerca da temática. Observou-se que a Bahia possui 25 regiões de planejamento e gestão da água, com quinze comitês de bacias instalados e apenas duas possuem plano de recurso hídrico. Outras seis bacias estão com os planos em andamento. O mecanismo de cobrança de uso da água e a participação social ainda são gargalos para os comitês da Bahia ainda não existem informações a respeito desse assunto.
Palavras-chave: Geoprocessamento, Recursos Hídricos Costeiros, Bacias Hidrográficas, Gerenciamento Ambiental.

Biografia do Autor

Gabriela Nunes Rebouças Leal, Centro de Formação em Ciências Ambientais – UFSB – Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro (BA)

.

Elfany Reis do Nascimento Lopes, Centro de Formação em Ciências Ambientais – UFSB – Campus Sosígenes Costa – Porto Seguro (BA)

.

Referências

.
Publicado
2020-05-25
Seção
Artigos