AS EROSÕES LINEARES NO ENTORNO DO DISTRITO AGROINDUSTRIAL DE ANÁPOLIS (GO): ESTUDO E APONTAMENTOS INICIAIS

  • Sandra do Carmo Fernandes UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis / GO.
  • Vandervilson Alves Carneiro UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis / GO.
  • André Luiz Ribas de Oliveira UEG - Universidade Estadual de Goiás, Campus Henrique Santillo, Anápolis / GO.

Resumo

Os processos erosivos naturais (erosão geológica) são comumente intensificados mediante a pressão antrópica, sendo bastante destacadas essas mudanças paisagísticas com o avanço da urbanização e de parques industriais, que demandam por áreas naturais para moradias, arruamentos, fábricas e outras
formas tanto de uso como de ocupação. Essas mudanças paisagísticas bruscas traduzem-se em processos erosivos antrópicos (erosão acelerada) que geram impactos socioambientais. Por esta ótica, a pesquisa buscou compreender conforme o prisma espaço-temporal, a dinâmica dos processos erosivos lineares
(ravinas e voçorocas) nas cercanias do DAIA - Distrito Agroindustrial de Anápolis (GO). Trata-se de um trabalho empírico que executou um estudo de caso em 2018 com o apoio de garimpo bibliográfico prévio, trabalhos de campo, registros fotográficos, anotações em caderneta de campo, coleta em banco de
imagens do Google Earth a respeito das erosões (2005-2017), confecção de croquis sobre as referidas erosões 1, 2 e 3, além de observações, apontamentos e alguns relatórios discentes sobre os processos erosivos em tela e que foram cedidos por docente da UEG - Universidade Estadual de Goiás, campus
Henrique Santillo (Anápolis - GO). Conclui-se que as erosões 1 e 2 são antrópicas e foram recuperadas por ações de engenharia. A erosão 3 também de caráter antrópico passou por intervenção paliativa que não deu conta de barrar o problema. As fortes chuvas e as atividades locais intensificaram o problema e a
voçoroca alargou-se consideravelmente.
Palavras-chave: Expansão urbano-industrial; Erosão acelerada; Anápolis.

Referências

.
Publicado
2020-05-23
Seção
Artigos