CONTOS QUE CONTAM A VIDA: A SOCIOBIODIVERSIDADE DO CERRADO

  • Eguimar Felício Chaveiro Instituto de Estudos Socioambientais (IESA), da Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia (GO)
  • Ana Carolina Marques Universidade Estadual de Goiás-Campus Itapuranga

Resumo

Desdobramento do projeto de pesquisa “Desenvolvimento territorial e Sociobiodiversidade: perspectiva para o mundo do Cerrado” (PGPSE/CAPES), as reflexões compartilhadas neste texto questionam as fronteiras entre as expressões literárias, na modalidade micro conto, e a produção do conhecimento científico acerca dos saberes dos povos do Cerrado. Saberes estes, inerentes à existência de sujeitos que vivem no limiar entre a escassez de recursos, a segregação social e a riqueza cultural de um universo – o mundo do Cerrado – que lhes convida a uma vida poética.
Palavras-chave: Literatura, Sociobiodiversidade, Cerrado.

Biografia do Autor

Eguimar Felício Chaveiro, Instituto de Estudos Socioambientais (IESA), da Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia (GO)

.

Ana Carolina Marques, Universidade Estadual de Goiás-Campus Itapuranga

.

Referências

.
Publicado
2020-05-08
Seção
Artigos