Representações da Antiguidade Clássica e o processo de nomeação de sexualidades divergentes no século XIX (1850-1900)

  • Daniel Vital Silva Duarte Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Resumo

A Antiguidade Clássica e a mitologia greco-romana foram referências recorrentes em livros, periódicos e outros documentos no século XIX que circularam em cidades brasileiras e portuguesas. A partir de suas personagens e episódios famosos, criavam-se analogias verossímeis que justificassem o que era considerado virtuoso ou socialmente adequado. Nesta nota de pesquisa, pretendo analisar alguns exemplos deste uso da história, apontando o seu papel na nomeação de relações erótico-afetivas entre homens antes do surgimento de termos como 'homossexual', 'homossexualismo' e 'homossexualidade'.

Palavras-chave: Antiguidade clássica. Sexualidade. Literatura.

Biografia do Autor

Daniel Vital Silva Duarte, Universidade Federal da Bahia (UFBA)

Doutorando em História pela Universidade Federal da Bahia (UFBA).  

Publicado
2022-05-11
Como Citar
Duarte, D. (2022). Representações da Antiguidade Clássica e o processo de nomeação de sexualidades divergentes no século XIX (1850-1900). Revista De História Da UEG, 11(01), e221110. https://doi.org/10.31668/revistaueg.v11i01.12211