Mãe Bete, sacerdotisa de Umbanda aos 60 anos: o destino de um Ori como experiência de encontro entre a vivência colonial e decolonial

Mother Bete, priestess of Umbanda at 60 years old: the destiny of an Ori as an experience of encounter between the colonial and decolonial experience

  • Elisabete Bissiato Fantini Caes
  • André Luiz Caes

Resumo

Neste texto, Mãe Bete fala sobre sua experiência como sacerdotisa de Umbanda, nos dando um pequeno exemplo da riqueza que acompanha as trajetórias dos Pais e Mães de Santo que conduzem corajosamente os templos das religiões afro-brasileiras – vivenciando cotidianamente a luta contra o pensamento colonizador – no contexto de acirramento dos preconceitos que marcou as últimas décadas no Brasil.

Publicado
2023-09-14
Seção
Dossiê "Religiões Afro-Brasileiras e Decolonialidade"