Socialização Organizacional

Estudo do Processo de Integração Funcional em uma Indústria de Bebidas

  • Janduhy Camilo Passos Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia
  • Lincoln Vasconcelos Pereira Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia
  • Ismael Barbosa Instituto Federal Catarinense
  • John Rhayllander Botêlho Pires
  • Henrique Geraldo Rodrigues Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia https://orcid.org/0000-0002-8454-6734

Resumo

Por meio da socialização organizacional, os recém-admitidos são estimulados a adquirir os conhecimentos, informações e comportamentos, e assimilar os valores, as normas, as crenças e as práticas da cultura organizacional, valorizados no novo contexto de trabalho. Quando realizado de modo ineficiente, os impactos negativos são observados na satisfação, desempenho e retenção das pessoas. Nessa linha, objetivou-se examinar as práticas de integração de novos empregados em uma indústria de bebidas, com a finalidade de discutir de que modo tais práticas favorecem a socialização das pessoas recém-admitidas. Como estratégia de pesquisa, adotou-se as premissas do estudo qualitativo básico, pelo o que os dados foram coletados junto a dois gestores e 50 empregados da organização pesquisada, e analisados por meio de análise do conteúdo e estatística descritiva simples. Os resultados mostram que as práticas de integração adotadas pela organização, na forma de um programa estruturado de integração e de treinamento no local de trabalho, buscam fazer com que os recém-admitidos internalizem as crenças e os valores organizacionais, bem como aprendam os comportamentos desejáveis para facilitar as relações interpessoais em seus grupos e o alcance dos resultados corporativos. Por outro lado, tal orientação formal e tradicional tende a desconsiderar o gerenciamento de mecanismos informais de socialização organizacional, os quais igualmente, influenciam a o processo de assimilação dos elementos socioculturais do contexto de trabalho.

Biografia do Autor

Janduhy Camilo Passos, Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia

Docente da Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia
Doutor em Administração de Empresas pela Fundação Getúlio Vargas
camilo@ufu.br

Lincoln Vasconcelos Pereira, Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia

Bacharel em Administração pela Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia

lincolnvp@gmail.com

Ismael Barbosa, Instituto Federal Catarinense

Docente do Instituto Federal Catarinense

Mestre em Ciências Contábeis pela Universidade Federal de Uberlândia

barbosamg@yahoo.com.br

John Rhayllander Botêlho Pires

Especialista em gestão de pessoas.

Graduado em Letras pelo Centro Universitário do Norte.

rhayllander.letras.li@gmail.com

Henrique Geraldo Rodrigues, Faculdade de Gestão e Negócios da Universidade Federal de Uberlândia

Docente da Faculdade de Gestão e Neg´ócios da Universidade Federal de Uberlândia
Doutor em Administração de Empresas pela Universidade Presbiteriana Mackenzie, Brasil
henrique@ufu.br

Publicado
2020-11-02
Seção
Artigos