Relações intertextuais entre a Carta de Pero Vaz de Caminha e algumas poesias de poetas modernistas

  • André Luis Batista de Lima Universidade Anhanguera - UNIDERP
  • Altamir Botoso Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul - UEMS
Palavras-chave: Pero Vaz de Caminha, Modernismo, Intertextualidade, Literatura Comparada

Resumo

Neste artigo, objetivamos estudar a intertextualidade que ocorre entre A Carta de Pero Vaz de Caminha e poemas de Murilo Mendes, Cassiano Ricardo e Oswald de Andrade, escritores pertencentes ao movimento modernista brasileiro. Como aporte teórico para as análises serão usados os conceitos e estudos de Julia Kristeva (1974), Jorge Luis Borges (1960), Gilberto Pinheiro Passos (1996), Sandra Nitrini (2010), Tania Franco Carvalhal (1986), Silviano Santiago (1982). As relações intertextuais observadas revelam que a retomada de um texto da tradição reveste-se de novas e insuspeitadas significações, renovando dessa maneira a literatura e ao lançar luzes sobre um texto clássico, ilumina também o nosso presente, problematizando e levando os leitores a refletir sobre aspectos do passado que permanecem na contemporaneidade.

Biografia do Autor

André Luis Batista de Lima, Universidade Anhanguera - UNIDERP
Acadêmico do curso de Letras Português/Inglês e suas respectivas literaturas na Universidade Anhanguera - UNIDERP
Publicado
2018-09-27
Seção
Primeiras Letras