A modernidade e suas contradições nas narrativas “A contrapelo” de Erva Brava

Autores

  • Vanessa de Paula Hey Universidade Federal do Paraná
  • Erika Larissa Santos Sousa UFPR
  • Andressa Marzani UFPR

DOI:

https://doi.org/10.31668/icone.v24i1.13462

Resumo

Erva Brava, obra da escritora e jornalista brasiliense Paulliny Tort, publicada pela editora Fósforo em 2021, configura-se a um só tempo como o retrato de uma região e época não tão distantes da realidade empírica de seu leitor. Apesar de representar recortes contemporâneos das problemáticas comuns ao universo interiorano — de que são exemplos: a concentração de latifúndios, as más condições de trabalho, a precariedade de políticas públicas e a destruição do meio ambiente —, as narrativas exploram questões que ultrapassam a esfera regional, tais como o processo de modernização e a constante tensão entre tradição e modernidade, temáticas a serem exploradas por esse trabalho.

Downloads

Publicado

2024-02-02

Edição

Seção

Artigos