O componente fonético-fonológico na formação profissional e na prática pedagógica do professor de espanhol

  • José Ricardo Dordron de Pinho CPII

Resumo

Este trabalho tem por objetivo discutir a formação fonético-fonológica do professor de Espanhol, muitas vezes excluída pelo fato de não ser considerada necessária. A principal razão se deve à explicação de que as aulas na educação básica estão voltadas para a habilidade de leitura. No entanto, como já comprovado em inúmeras pesquisas, as habilidades orais são aquelas que alunos e professores têm a maior intenção de desenvolver; além disso, a BNCC, atualmente em vigor, exige uma prática maior das mesmas. Ao longo do trabalho, apresentamos a importância dos conhecimentos fonético-fonológicos para a atuação profissional do professor de Espanhol, mesmo que sua prática se limite ao trabalho com compreensão leitora, além de discutirmos quais seriam os conceitos básicos indispensáveis para a formação do professor, a relação com a ortografia e alguns aspectos para o ensino de pronúncia.

Publicado
2021-10-08
Seção
Artigos