A babel antropofágica – uma análise de amuleto de Roberto Bolaño numa perspectiva latino-americana de produção literária

Resumo

Tenciona-se analisar por meio deste trabalho de pesquisa, de natureza descritiva e bibliográfica, a tendência híbrida na construção da obra Amuleto, de Roberto Bolaño, no plano de construção estrutural da narrativa. Nessa perspectiva, levanta-se como problema a construção independente, autoral em Bolaño, que se configura pela mistura entre literatura e crítica literária, bem como pretende-se destacar o papel do simulacro e do entrelugar na construção da literatura latino-americana, nesse caso, avaliar o conceito de entrelugar na obra Amuleto. Por tratar-se de um escritor iminente no cenário latino-americano, ainda há poucos estudos direcionados à obra do autor, assim, acredita-se que o estudo poderá contribuir para a crítica literária, ainda em construção, sobre o arcabouço poético de Bolaño.

Biografia do Autor

Janice Aparecida de Azevedo, FAQUI/SEDUCE/UEG

Professora da Universidade estadual de Goiás-UEG, FAQUI- Faculdade Quirinópolis, Colégio São José e Secretaria Estadual de Educação. Formada em Letras pela UEG, pós-graduada em Psicopedagogia também pela UEG, mestre em Letras, Literatura e Crítica literária pela PUC-Goiás, estudo realizado com o apoio da Fapeg (janiceeduc@yahoo.com.br).

Publicado
2020-11-18
Seção
Artigos