“SIM, EU ACEITO”: O DESNUDAR DO CORPO EM “A LOUCA DEBAIXO DO BRANCO”, DE FERNANDA YOUNG

  • Marta Maria Bastos UFU - Universidade Federal de Uberlândia

Resumo

O presente trabalho pretende uma discussão acerca do lugar que corpo feminino ocupa na cerimônia do casamento, estando vestido e desnudado do seu papel no altar, representando a figura mítica da noiva e toda sua simbologia. A cerimônia de casamento pode ser comparada a um espetáculo teatral, no qual há uma sequência de passagens que compõe o ritual. De certo modo, há uma encenação, embora não seja representada por atores, como no teatro, mas, por pessoas reais, vivendo suas vidas normalmente. Para tanto, tomamos o livro instalação de Fernanda Young A louca debaixo do branco (2012), cujo foco está diretamente voltado para a figura da noiva, a fim de verificar como se dá a representação desse corpo nesta ficção literária. Há nele uma metarrepresentação de Fernanda Young, que entra em cena na ficção para representar a noiva. Ela é a modelo que encarna a dupla fantasia de vestir-se de noiva para depois despir-se da noiva. Anos antes de haver esta exposição, ela posou nua para a revista Playboy, de novembro de 2009, edição especial de aniversário, como capa e compondo várias outras páginas da revista, em ensaio temático de nudez artística. A fim de verificar como esse nu aparece no papel representacional da noiva e da revista masculina, acionamos David Le Breton (2003) em Adeus ao corpo: antropologia e sociedade; Jean Genet (1970), em O Balcão; Lionel Abel (1969), em Metateatro: uma visão nova da forma dramática, entre outros teóricos para compor a discussão.

Biografia do Autor

Marta Maria Bastos, UFU - Universidade Federal de Uberlândia

Doutora em Estudos Literiterários pela UFU - Universidade Federal de Uberlândia, Mestre em Estudos da Linguagem pela Universidade Federal de Goiás. Licenciada em Letras pela  Universidade Estadual de Goiás. Pesquisadora do grupo Diálogus - Estudos interdisciplinares em Gênero, Cultura e Trabalho e do Grupo de Pesquisa em Mídias, Literatura e Artes (GPMLA).

Professora na Secretaria Municipal de Educação de Pires do Rio-Go.

Publicado
2021-07-06