Produção de cerveja caseira com adição de Syzygium malaccensis fruta típica da região Amazônica no município de Coari-Amazonas

  • Jaqueline de Souza Melo Universidade Federal do Amazonas
  • Fernando Mauro Pereira Soares Professor Doutor em Ciências Biológicas na Universidade Federal do Amazonas

Resumo

O objetivo do presente trabalho foi produzir uma cerveja caseira com adição da polpa de jambo-vermelho, uma fruta típica da Região Amazônica bastante consumida pela população de Coari-Am, e verificar se a mesma poderia auxiliar na produção de álcool ao final do processo. A preparação do mosto foi feita a partir de um kit vendido comercialmente de malte de cevada e lúpulo não maltado, água potável, e posterior adição da polpa dos frutos previamente tratados, visando eliminar contaminantes externos, que poderiam interferir no processo fermentativo. Cada amostra continha 2,8 L de mosto. A amostra 1 era o controle; 2 com 400g do jambo; 3 com 200g; 4 com 100g; e a amostra 5 com 50g. Ao final, foi feito a medição do teor alcóolico do produto final, seguindo-se do envase e testes de degustação, de acordo com requisitos básicos disponíveis no mercado cervejeiro e apresentar ao consumidor uma cerveja de sabor diferenciado.

Referências

AGÊNCIA BRASIL. Governo e produtores começam a discutir nova fórmula da cerveja. Disponível em: <http://agenciabrasil.ebc.com.br/noticia/2013-08-20/governo-e-produtores-comecam-discutir-nova-formula-da-cerveja>. Acesso em 09. Set. 2013.

ALMEIDA E SILVA, J.B. Cerveja. In: VENTURINI FILHO, W.G. (Coord.) Tecnologia de bebidas: matéria-prima, processamento, BPF/APPCC, legislação e mercado. São Paulo: Edgard Blücher, 2005, cap. 15, p. 347-382.

AQUARONE, E.; Lima; U.A.; Borzani, W. (1983). Biotecnologia – Alimentos e Bebidas produzidos por fermentação. São Paulo: Editora Edgard Blucher Ltda., vol 5.

BRASIL. Decreto n. 2.314, de 04 de setembro de 1997. Regulamenta a Lei n. 8.918, de 14 de julho de1994, que dispõe sobre a padronização, a classificação, o registro, a inspeção, a produção e a fiscalização de bebidas. Boletim IOB, São Paulo, n. 38, p. 11-30, 1997.

BRASIL. Ministério da Agricultura. Secretaria Nacional de Defesa Agropecuária. Decreto nº 2.314, de 4 de setembro de 1997. Diário oficial da União. Brasília, 1997.

CARDOSO, R. L., SRUR, A. U. O. Características sensoriais do jambo (Eugenia malaccensis, Lin.) enlatado. Magistra, n. 9, p. 7-15, 1996.

CARDOSO, R.L. Estabilidade da cor de geléia de jambo (Eugenia malaccensis, L.) sem casca armazenada aos 25 ºC e 35 ºC na presença e ausência de luz. Revista Ciência e Tecnologia de Alimentos. v.32, n.5, p.1563-1567, 2008.

CATI. Cevada cervejeira em São Paulo. Disponível em: <http://www.cati.sp.gov.br/novacati/tecnologias/producao_agricola/cevada/foldercevada.htm> Acesso em: 17 de julh. 2013.

CEREDA, M.P.; VENTURINI FILHO, W.A. Cerveja. In: AQUARONE, E.; LIMA, U.A.; BORZANI, W.; SCHMIDELL, W. Biotecnologia Industrial. v. 4 – Biotecnologia na produção de alimentos. Edgard Blücher: São Paulo, 2005. 523p.

cervejeira. 09 mar. 2004. Disponível em: <http://www21.sede.embrapa.br/noticias/>

COSTA, R. S., OLIVEIRA, I. V. M., MÔRO, F. V., MARTINS, A. B. G. Aspectos morfológicos e influência do tamanho da semente na germinação do jambo-vermelho. Revista Brasileira de Fruticultura, v. 28, n. 1, p. 117- 120, Abr. 2006.

FALCÃO, M. A., PARALUPP, N. D., CLEMENT, C. R. Fenologia e produtividade do jambo (Sygygium malaccensis) na Amazônia Central. Acta Amazônica, v. 32, N. 1, p. 3-8, 2002.

FIX, G.J. Principles of Brewing Science. Brewers Publications, 1999. 190p.

GODOY, O., CARVALHO, I. T., RIBEIRO, W., KRUTMAN, A. Produtos do jambo do Pará. B. CEPPA, v. 7, n. 2, p. 165-171, jul./dez., 1989.

HEILIGE. Processo de Fabricação da Cerveja. Disponível em < http://www.heilige.com.br/processo-de-fabricacao/ingredientes.php> .Acesso em : 18 julh. 2013.

KALNIN, J. L. Avaliação estratégica para implantação de Pequenas cervejarias. 1999. cap2. p 5-19. Dissertação (Mestrado) Faculdade de Engenharia de Produção, UFSC, Florianópolis. Disponível em: < https://repositorio.ufsc.br/bitstream/handle/123456789/81040/151967.pdf?sequence=1> Acesso em: 10 de set. 2013.

KIRIN. Kirin Institute of Food and Lifestyle Report Vol. 39.

Global Beer Consumption by Country in 2011. Disponível em < http://www.kirinholdings.co.jp/english/news/2012/1226_01.html>. Acesso em: 15/09/2013.

NELSON, David L; COX, Michael M.Lehninger principios de bioquimica. Traduzido por SIMÕES, Arnaldo Antonio; LODI, Wilson Roberto Navega.3 ed.São Paulo:SAVIER,2002.Tradução de Lehninger principles of biochemistry.

LEHNINGER, A.L. A fabricação de cerveja. In: LEHNINGER, A.L. Princípios de Bioquímica. São Paulo: Sarvier, 1995, 2.ed.

NELSON, David L. Princípios de Bioquimica de Lehninger [ recurso eletrônico]/ David L. Nelson, Michel M. Cox; [tradução: Ana Beatriz Gorini da Veiga... et al.] ; revisão técnica: Carlos Termignoni ...[et al.]. – 6.ed.

R.REINOLD, M. Manual Prático de Cervejaria. 1.ed. São Paulo : Aden, 1997.

ROCHA, J. R. T. Fermentação Alcoólica na industria cervejeira 2006. Disponível em: <http://portaldoconhecimento.gov.cv/bitstream/10961/2166/1/Monografia1.pdf> Acesso em 18 julh. 2013.

SAVITHA, R.C. Invitro Antioxidant Activities on Leaf Extracts of Syzygium Malaccense (L.) Merr and Perry. Anc Sci Life. v.30, n.4, p.110–113, 2011.

SANTOS, M. S. Flávio de Miranda Ribeiro .Cervejas e refrigerantes. São Paulo : CETESB, 2005. Disponível em : <http://www.cetesb.sp.gov.br>. Acesso em: 03 de set. 2013.

SINDICERV < www.sindicerv.com.br > Acesso em 18 de julh. 2013.

SANTOS, C. M. G. Aplicação pós-colheita de cloreto de cálcio em frutos de jambeiro.

VENTURINI FILHO, W. G. Tecnologia de cerveja. Jaboticabal: Funep, 2000. 83 p.

VENTURINI FILHO, W.G.; CEREDA, M.P. Cerveja. In: Almeida Lima, U., Aquarone, E., Borzani, W., Schmidell, W. Biotecnologia Industrial (Biotecnologia na produção de alimentos v.4), pp. 91-144, Edgar Blücher, Brasil, 2001.

Publicado
2019-09-10
Seção
Artigos