Atributos físico-químicos do solo no cultivo de abobrinha-italiana irrigada com água residuária

  • Carolina Carvalho Rocha Sena Universidade Estadual de Goiás
  • Anamaria Achtschin Ferreira
  • Vinicius Cesar Rocha Silva

Resumo

O reúso da água tem possibilitado a gestão de recursos hídricos e o uso da fertirrigação de culturas agrícolas. Neste contexto, este trabalho teve como objetivo avaliar os efeitos da aplicação de diferentes lâminas de água residuária sobre as propriedades físicas-químicas do solo e a eficiência na complementação nutricional no cultivo de abobrinha-italiana. O experimento foi realizado no campo experimental da Universidade Estadual de Goiás UEG/CCET. Analisou-se o efeito da aplicação de quatro lâminas de irrigação (100%, 85%, 70% e 55% da ETc estimada a partir do tanque “Classe A”) com água residuária na produção da abobrinha-italiana. A aplicação de água residuária aumentou o pH, os teores de potássio, fósforo e magnésio na profundidade se 0 a 20 cm. Não observou o aumento no teor de magnésio e nem na porcentagem de matéria orgânica no solo. O uso de água residuária contribui na complementação da nutrição da planta de abobrinha-italiana.

Biografia do Autor

Carolina Carvalho Rocha Sena, Universidade Estadual de Goiás

Recursos hídricos e Saneamento Ambiental

Publicado
2020-06-30
Seção
Artigos