ANÁLISE ECONÔMICA DA IMPLANTAÇÃO DO EUCALIPTUS UROGRANDIS

  • Jhécika da Silva Furtado Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Andrecia Cósmem da Silva Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Matheus da Silva Araújo Escola Superior de Agricultura “Luiz de Queiroz”, Universidade de São Paulo -USP - Campus Piracicaba
  • Leilaine Gomes da Rocha Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Jennifer Aparecida Corrêa dos Santos Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Laís Kelly Mendes Machado Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Maria Eduarda Almeida Sá Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO
  • Ademilson Coneglian Universidade Estadual de Goiás - UEG, Campus Sudeste, UnU Ipameri/GO

Resumo

Objetivou-se analisar a viabilidade econômica da implantação de um povoamento de eucalipto na região sudeste de Goiás. O estudo foi realizado em uma área de 1 hectare. Para analisar a viabilidade do estudo foram utilizados os indicadores econômicos: Valor Presente Líquido (VPL), Relação Benefício/Custo (B/C), Taxa Interna de Retorno (TIR), Análise de Sensibilidade e aplicação do Payback. Para a atualização do fluxo de caixa foi utilizada a taxa de juros de longo prazo (TJLP) de 5,32% a.a. O resultado para o Valor Presente Líquido foi de R$ 2.970,27/ha, o VPL prova que o investimento é viável. O B/C apresentou resultado de R$ 1,27, obtendo assim o retorno de R$ 0,27 a cada real investido. Através da análise de sensibilidade foi possível averiguar que em todos os cenários o eucalipto obteve resultado positivo, mostrando viabilidade deste investimento. A TIR apresentou resultado de 6%, sendo superior a taxa de juros usados no fluxo de caixa. O tempo de retorno do investimento é de cinco anos. A implantação do eucalipto em pequenas áreas como a do presente trabalho é viável diante do mercado atual.

Publicado
2022-03-25