PRODUTIVIDADE E QUALIDADE DE BETERRABA PRODUZIDA SOB DIFERENTES COBERTURAS DE SOLO

  • Eliziane Sperotto UFFS
  • VANESSA Neumann SILVA UFFS

Resumo

O objetivo deste trabalho foi analisar o efeito de plantas de cobertura no cultivo de beterraba. O experimento foi desenvolvido em condições de campo em Alto da Serra- zona rural de Chapecó-SC, sendo o primeiro ano com sistema plantio direto de hortaliças. A semeadura foi realizada a lanço, com sementes de milheto (Pennisetum glaucum) e a crotalária (Crotalaria breviflora), em uma área com prévia correção do pH do solo e preparo dos canteiros; a semeadura das plantas de cobertura ocorreu entre os meses de janeiro e fevereiro de 2019. O experimento foi realizado em esquema fatorial 3 x 2 (cultivares e coberturas) com quatro repetições; foram utilizadas as cultivares Chata do Egito e Maravilha; como cobertura de solo utilizou-se:testemunha (sem cobertura), crotalária e milheto. As plantas de crotalária são superiores às de milheto em relação a produção de massa verde. Não ocorreu interferência da palhada do milheto e da crotalária na produção e qualidade de beterraba. Não há diferença no desempenho das duas cultivares de beterrabas sob a utilização de palhada das plantas de cobertura e sem cobertura.

Publicado
2021-02-08