EXOESQUELETO NA ASSISTÊNCIA A MARCHA HUMANA

  • Kelly Cristina de Faria Xavier Maggi
  • Luís Eduardo Maggi

Resumo

A marcha humana representa um indicador de qualidade de vida importante. O déficit de marcha é um dos desafios enfrentados pelos indivíduos afetados por qualquer transtorno neurológico, como lesão da medula espinhal, acidente vascular cerebral, entre outros. O treinamento de marcha para pacientes com distúrbios neurológicos é de grande interesse para os pesquisadores envolvidos no desenvolvimento de tecnologias assistivas, bem como para fisioterapeutas empenhados na reabilitação desses pacientes. Exoesqueletos já foram apresentados nos filmes de ficção científica como Alien, Matrix e Avatar. Este é um típico caso em que a vida imita o vídeo. Exoesqueletos como aqueles têm sido desenvolvidos pelas forças armadas para auxiliar em tarefas militares e agora estão sendo empregados na saúde. Há grande expectativa acerca dos benefícios desse tipo de dispositivo para obtenção da funcionalidade e independência de pessoas com dificuldades na marcha, bem como para compreensão dos comprometimentos clínicos e funcionais através da pesquisa. Entretanto, para a realidade brasileira, é uma tecnologia de custo elevado e disponível, no caso do Keeogo, apenas no Canadá. Já o Exo-H2 possui distribuidores na Espanha, Itália, Chile, Colômbia, Coreia e outros.

Palavras-chave: Exoesqueleto energizado. Marcha. Reabilitação. 

Publicado
2018-08-25
Seção
Artigo Original