PREABILITAÇÃO EM CIRURGIAS BARIÁTRICAS UMA PROPOSTA DE ATUAÇÃO NA PERSPECTIVA DO FISIOTERAPEUTA

  • Darlan Laurício Matte Universidade Estadual de Goiás
  • Joaquim Henrique Lorenzetti Branco

Resumo

 A partir dos anos 1990, uma quantidade crescente de procedimentos cirúrgicos bariátricos foram realizados ao redor do mundo e também no Brasil. Apesar do conhecimento científico e da experiência surgidos com a realização dessas cirurgias bariátricas, estas não geraram um consenso em relação a qual é o perfil ideal do obeso mórbido a ser operado e sobre qual é o melhor atendimento perioperatório a ser oferecido aos pacientes obesos mórbidos que aguardam a cirurgia. Como consequência, em muitos centros especializados, esse período anterior à cirurgia é desperdiçado e os pacientes não são incentivados a alterar os fatores de risco modificáveis no processo de preparação para o estresse advindo da cirurgia. Nos centros que existe uma rotina pré-operatória parece não existir um protocolo estabelecido e estruturado de avaliação e de tratamento específicos aos pacientes aguardando a cirurgia, e o fisioterapeuta elabora um raciocínio clínico individualizado, mas nem sempre sistematizado, a partir de seus conhecimentos e intuição. Este artigo de revisão tem como objetivo esclarecer o leitor sobre o tema, apresentando particularidades da cirurgia bariátrica que interessam ao fisioterapeuta, assim como propor recomendações baseadas em evidências científicas em relação aos componentes de um protocolo integral, que inclui avaliação, tratamento e também quais são os requisitos necessários a se considerar o sujeito apto para a realização da cirurgia. Esse protocolo integral de habilitação para a cirurgia ou liberação para a cirurgia, tem sido atualmente chamado de preabilitação cirúrgica e pretende servir de recomendação para os pacientes obesos mórbidos em preparo préoperatório para cirurgia bariátrica.

Palavras-chave: Obesidade. Cirurgia bariátrica. Preabilitação. 

Publicado
2018-08-25
Seção
Artigo Original